SEJA BEM VINDO

SEJA BEM VINDO
Demais é D+

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Cronica da Dieta do Réveillon

ara mim
Crônica da dieta do réveillon
Por Eliseu Antonio Gomes

31/12/2012. 6h30. Alarme de celular tocou. 
Ela acordou serena, tranquila, disposta para o raiar de um novo dia e novo ano. 
Ainda de olhos fechados pôs-se sentada na beirada da cama com os pés descalços no chão. Tateou com as pontas dos dedos a procura do par de chinelos. Levantou-se, ziguezagueando seguiu em direção ao banheiro. Passou a mão direita no interruptor de luz e iluminou o ambiente. 
Subiu na balança de pesagem e viu os benditos 75 quilos outra vez! Sussurrou em voz chorosa: “Preciso parar de mentir para mim mesma. Em 31 de Dezembro de 2011 eu fiz um propósito de emagrecer dez quilos durante o ano de 2012 e não tratei esse assunto com seriedade!”.
Seguiu para a cozinha desejando um robusto lanche com peito de frango e maionese e também pensando em refazer pela quinta vez a mesma promessa descumprida em três anos anteriores.
E.A.G.
_________
Todos os textos publicados no blog Belverede estão liberados para cópias, mas que quem copia está obrigado a informar os créditos de autoria e fonte de coleta. Autor: Eliseu Antonio Gomes / http:belverede.blogspot.com.br 

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

O Profeta



CPAD – EBD 2012 – 4º trimestre: Miquéias e a importância da obediência



O Profeta

"Quem é como Jeova?" Esta pergunta é o significado do nome Miquéias. O  profeta elabora o desfecho do livro fazendo trocadilhos dessas palavras com o uso de seu nome (7.18).

Miquéias refere-se a si mesmo como o "moratista", era de Moresete, próxmo de Gate, no norte da Filístia, cerca de 32 quilômetros a sudeste de Jerusalém, na fronteira com o território filisteu. Devido o nome de seu pai não ser mencionado, os estudiosos da Bíblia concluem que ele era de origem humilde.

O ministério profético de Miquéias aconteceu entre 750 e 686 a.C., ocorreu durante o período de três reinados: Jotão, Acaz e Ezequias (Mq 1.1; Jeremias 26.18). Ele ministrou nos mesmos dias de em que profetizaram Isaías e Amós.

Miquéias era um profeta com um ministério voltado para as pessoas comuns, mas sua mensagem também repercutiu nos palácios durante os dias do rei Ezequias e de Jesus Cristo (Jeremias 26; Mateus 2.5-6).

O contexto 

Ritos é o conjunto de cerimônias e prática litúrgicas que cumpre a função de simbolizar o fenômeno da fé. O termo vem do latim ritus que significa cerimônia religiosa, uso, costume, hábito, forma, método, modo.
Os rituais judaicos se consistiam em sacrifícios em festividades religiosas, como a Páscoa e Festa dos Tabernáculos (Levíticos 9.16; Números 9.14; 2 Crônicas 35.13; Esdras 3.4; 6.9).
No tempo do profeta Miquéias, não existia falta de liturgia. Os israelitas realizam muito bem os rituais da religião judaica, mas faltava motivação correta para realizar a adoração. O Senhor não se agravada da religiosidade deles, das reuniões solenes e sacrifícios, porque tudo era feito pela força do hábito, sem que atentassem para o significado importante do que faziam. Eles cumpriam os passos litúrgicos da maneira certa, mas não entendiam o verdadeiro significado do amor a Deus e ao próximo. 
O problema dos contemporâneos de Miquéias era a falta de uma verdadeira conversão a Deus, fora do templo o povo de Judá cometia toda sorte de injustiças sociais, com o objetivo de conquistar proveito pessoal. E dentro do templo, acreditando que os sacrifícios os justificassem, cometiam loucuras, como oferecer em sacrifício os filhos primogênitos, que Deus não pedia que sacrificassem e deliberava penalização de morte aos que assim fizessem (Levítico 18.21; 20.2-5; 2 Reis 3.27; 16.3; 21.6; Jeremias 19.5; 32.35).

O livro

“Ele te declarou, ó homem, o que é bom; e que é o que o SENHOR pede de ti, senão que pratiques a justiça, e ames a beneficência e andes humildemente com o teu Deus” - Miquéias 6.8.

As profecias de Miquéias são destinadas para Judá e Israel, estas giram em dois focos, a saber, o ãmago da religião e o Messias Libertador. O profeta foi usado por Deus para denunciar a opressão e as injustiças sociais em Israel. O livro mostra que Deus é o responsável por julgar a falta de termos do seu povo, esclarece que Deus não se alegra com sacrifícios e rituais (Salmos 51.17-18).
Miquéias faz uso da poesia hebraica de maneira magistral para defender a causa dos aldeões. oprimidos pelos ricos arrogantes. O apelo em favor da religião autêntica, em 6.6-8,  é comparável ao de Tiago 1.27.
Os preceitos de praticar a justiça, amar a beneficência, ser humilde diante de Deus são considerados pela tradição judaica, desde o século 1 a.C. o resumo dos 616 preceitos apresentados pela Lei de Moisés. Miquéias 6.8 é visto como um paralelo de Mateus 23.37-40 e é considerado por muitos como a maior declaração do Antigo Testamento, pois os dois primeiros preceitos apontam para a conduta de uns para com os outros e o terceiro fala sobre a comunhão do homem com Deus.
A estrutura usada pelo profeta Miquéias é fácil de entender, um dos temas centrais do livro é o combate ao mero formalismo religioso, a divisão está baseada numa dupla sequência de ameaças e promessas.
Deus estava irado com Samaria e Jerusalém, pois o povo não o adorava de coração. Miquéias anunciou a ira divina em relação aos pecados de Samaria e Jerusalém, discursou contra a idolatria, censurou veementemente a opressão aos mais pobres, a injustiça nacional (1.5; 2.1-2; 3.9-11). Corajosamente, denunciou falsos profetas, líderes desonestos, sacerdotes ímpios que enganavam o povo e o conduziam ao pecado. Também mostrou a grandiosidade de Deus, que é capaz de perdoar (7.18).
Além disso, predisse o cativeiro do Reino do Sul e do Reino do Norte. Viu a queda de Samaria pela Assíria e a queda de Jerusalém pela Babilônia. Também que Belém seria a cidade em  que Jesus nasceria (5.2; Mateus 2.1; 4.6). E foi citado por Cristo ( 7.6; Mateus 10.35-36).
Ao lermos Miquéias, encontramo-nos com o juízo de Deus; a mensagem de esperança; juízos e misericórdia divina. E entendemos que para obedecer é necessário que a obediência seja precedida de compreensão.
.
Conclusão

Deus não abomina rituais. Ele mesmo prescreveu em Levíticos a liturgia e as festas religiosas.
Entre os cristãos, há apenas dois rituais a ser praticado: o batismo nas águas e ceia do Senhor (Mateus 3.15; 26.26-30; 1 Coríntios 11.23-34). É necessário estar consciente que o cerimonialismo religioso não proporciona relacionamento íntimo com Deus e nem proporciona a salvação. Por mais que a prática ritualista seja praticada de maneira correta, jamais os rituais serão eficientes para aproximar o ser humano de Deus (1 Samuel 15.22; Salmo 40.6-8; 51.16-17; 1 Coríntios 1.14-17).
A mensagem de Miquéias convida cada um de nós a pensar com seriedade acerca de viver o cristianismo como realmente deve ser vivido. O profeta deixa claro o desejo de Deus para os israelitas numa referência que serve também para a Igreja: a prática da justiça; o amor à bondade; o viver de maneira não soberba diante dos semelhantes e do próprio Deus.
A obediência é fruto da salvação e não a salvação é fruto da obediência. As boas obras não tornam o ser humano salvo; o homem salvo pratica as boas obras. A segurança da salvação é para quem leva a sério a salvação. Aos que levam à sério a salvação, a graça de Deus se manifesta em sua vida
 
E.A.G.
_________

Compilações:

Bíblia Almeida Século 21, 1ª edição, 2008 (Edições Vida Nova/Editora Hagnos).
Ensinador Cristão,nº 52, ano 13 (CPAD).
Lições Bíblicas, Esequias Soares, 4º trimestre 2012.
Os Doze Profetas Menores, Alexandre Coelho e Silas Daniel; 1ª edição, 2012 (CPAD).

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Deus recebe a oração do Justo e responde!

Deus recebe a oração do Justo e responde!



Atos 16:31

Eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e tua casa.


Não podemos pregar a palavra sem que toda a história seja contada, até para completo entendimento dos irmãos. A palavra do Senhor diz no livro de salmos no capítulo 16  e versículos 11 em diante que Paulo e Silas após viajarem, encontravam-se na cidade de Filipos, que era a  principal cidade da Macedônia.  Eles estavam hospedados na casa de Lídia. Esta mulher havia recebido a palavra do Senhor, havia se batizado, ela e toda sua família. Paulo e Silas, estiveram naquela cidade por um período, e sempre saiam para orar.  Vemos até aqui irmãos que os homens de Deus buscavam sempre estar em oração. Todos sabemos que devemos estar sempre em oração para que possamos estar fortalecidos, para que nossa união com o Espírito Santo esteja cada dia maior e que assim estejamos preparados e protegidos contra todas as ciladas preparadas  pelo nosso inimigo.
A bíblia relata que durante vários dias uma moça que possuía um espírito de adivinhação, cujas adivinhações davam grandes lucros aos seus amos, seguia-os, e adivinhando dizia: Estes homens são servos do Deus Altíssimo, e vos anunciam o caminho da salvação. Depois de alguns dias Paulo já cansado daquilo expulsou aquele espírito em nome de Jesus, o que rapidamente, saiu daquela jovem e muito entristeceu seus amos que viam naquela jovem fonte de renda.
Amados, vemos aqui, aquilo que todos os dias assistimos, pessoas que são usadas pelo inimigo, quer seja em adivinhações, em heresias, mentiras e até  em profecias que nunca acontecerão pelo fato de não sair do trono de Deus e sim de outros lugares. São pessoas que tem suas vidas empregadas em coisas fantasiosas e até lucrativas para outras pessoas e outras atividades,porém nada para o crescimento da igreja de Jesus.  Vemos em nossos dias pessoas com tal espírito de adivinhação, usando das mesmas artimanhas que aquele espírito da jovem, aproximando-se com palavras doces e sedutoras, não estava mentindo,pois os homens de Deus realmente estavam trazendo palavra que conduziria á salvação, porém o objetivo era o de iludir e tirar o foco daqueles homens. Quantos hoje tem se iludido com palavras sedutoras,homens que tinham  grandes mensagens, tinham grande prestigio junto a comunidade evangélica, homens que eram usados por Deus para curas e salvação de almas, e hoje encontram-se prostrados por terem deixado palavras de bajulação entrar no coração, e passaram a pensar que eles eram os maiores, os poderosos esquecendo que o maior nome é o de Jesus de Nazaré, esquecendo que somos serviçais do todo poderoso, esqueceram  que é Deus quem elege, é Deus quem cura, é Deus que levanta o caído e que através do Espírito Santo de Deus muitos que estavam derrotados ficaram de pé. Estes que outrora eram grandes, agora já são apenas sobra do que foram no passado por terem dado ouvidos á palavras bonitas,por adjetivos que fizeram bem aos ouvidos, palavras agradáveis de homens pouco preocupados com o bem do evangelho de Cristo.
Devemos ter todo cuidado, e procurar saber de onde vem as palavras, e saber que toda adoração, todo louvor, toda a honra e glória  deve ser entregue somente á um  nosso Deus.
O Inimigo sempre procura uma maneira de pegar o ser humano pela cobiça, ele sabe de nossas falhas, porém sempre que colocamos Deus acima de tudo em nossa vida, ele nos mostra que aquilo não vem dele, e o mal é desmascarado. Cabe á nós aceitar ou não. Quando dizemos não ao pecado, quando não aceitamos as mentiras, as bandejas oferecidas pelo pai da mentira, Deus luta em nosso favor e saímos vitoriosos.

As retaliações vieram contra Paulo e Silas, foram caluniados, eles foram surrados e colocados na prisão. Com aqueles que estão fazendo a vontade de Deus não é diferente. Basta você abrir tua boca e dizer que Jesus é bom, que ele morreu na cruz pela salvação da humanidade, por mim e por você e pronto, prepare-se que já arrumou um monte de inimigos. São pessoas que se levantam contra tua vida, são aqueles que compartilhavam contigo das melhores aventuras, e agora já não querem mais, e do nada passam á acusa-lo de coisas que você não fez.  São os parentes que começam a querer tirar do sério, com piadinhas, com palavras para entristecer.
São tantos ataques, são tantas mentiras,tantos abandonos e desilusões, são as pedradas, são setas e lanças atiradas contra tua vida que muitas vezes sentimos vontade de parar, de retornar, sentimos vontade de jogar a toalha. Com Paulo e Silas não foi diferente, eles foram surrados,amarrados no tronco dentro da prisão. Para a grande maioria isto seria o fim, homens servindo ao Deus vivo, pregando a palavra, fazendo a vontade de Cristo, e acontecer tudo isto?
Muitos por muito menos abandonam a fé, retrocedem, blasfemam, deixam de olhar para a frente e começam a olhar para traz, sentindo saudades dos pepinos e cebolas do Egito. Começam a sentir pena de si mesmos e deixam de usar a fé. Se esquecem dos grandes heróis da fé.
Esquecem que Jó ficou com o corpo totalmente ferido, que teve como companheiro um caco de telha, foi traído pelos amigos, teve sua fé provada quando a própria esposa mandou blasfemar contra Deus e morrer. Mas Jó acreditou na força Espiritual, acreditou em Deus e foi vencedor conquistando o dobro de tudo que tinha anteriormente. E a Bíblia não relata que Jó trocou de esposa, a mesma teve que assistir a vitória de Jó, e conviver e ter filhos com Ele. Muitos se esquecem que o grande líder Moisés foi acusado pelo grupo de Coré, porém Deus fez a terra abrir a boca e engolir todos vivos, e tantos outros que receberam a vitória das mãos de Deus.
Não pense que só você tem o privilégio de ser acusado, de ser desacreditado e apedrejado, saiba que quando esta assim é sinal que tua vitória esta pertinho, pertinho.

Paulo e Silas estavam na prisão e segundo nos relata a palavra de Deus, por volta de meia noite,eles oravam e cantavam hinos á Deus, e houve então um grande terremoto, de modo que o cárcere foi  sacudido e abriram todas as portas da prisão.Alguns historiadores dizem que a região é propicia e que aquele terremoto foi de pequena magnitude, ao ponto de só afetar uma pequena parte da cidade.  Veja que Deus tremendo, foi pequeno que só atingiu a prisão, e grande o suficiente para abrir todas as portas, e ainda  sacudir os fundamentos do cárcere, e não fazer nada no restante da cidade, pequeno demais para não cair sobre os homens de Deus, porém grande o suficiente para colocar em pânico muitos que se encontravam ali e fazer as cadeias caírem  e até mesmo o carcereiro acordar e com receio de que todos os prisioneiros houvessem fugido, puxou da espada para se matar,mas o homem de Deus disse que não fizesse, oh Deus maravilhoso. Se ele tirasse a própria vida, o nome de Jesus não cresceria, não haveria o temor á Deus. É assim mesmo que Deus  faz, quando acreditamos no poder de Deus, quando mesmo em crise oramos, e louvamos Deus responde nosso clamor, porque o Deus que nós servimos é fiel. Deus ouve nossa oração, pode ser dentro da barriga do peixe, na cozinha , no quarto, no monte, no vale, ou no templo Deus recebe a oração do Justo e responde dando liberdade aos cativos e cura aos doentes. 


                                                                                     Pr. Donizete Diniz

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Mais pagamentos?

Grande é o número de pessoas que encontram títulos para se dizerem homens de Deus, usam os altares para pregarem, por vezes até boas palavras e outras não. Cantores que se aproveitam dos evangélicos para venderem seus cds, e agora mais estes tentando arrecadar...'DIREITOS AUTORAIS ARRECADATÓRIOS!' 

CCLI: Pagamento de Direitos Autorais para musicas tocadas em igrejas gera polêmicas



O pagamento de direitos autorais para músicos e compositores cristãos que tem suas obras reproduzidas dentro de igrejas causou polêmica na tarde dessa quarta feira na internet. A polêmica surgiu em torno da atuação da CCLI (Christian Copyright Licencing, Inc), entidade que trabalha com o licenciamento de direitos autorais relacionados com igrejas e músicos cristãos, e teve sua legitimidade enquanto ministério cristão questionada por pastores e outros cristão na tarde de hoje.
Apesar de a CCLI já atuar no Brasil desde 2008, os questionamentos em torno de seu trabalho tomaram grandes proporções hoje depois que o bispo Walter McAlister, líder da Aliança das Igrejas Cristãs Nova Vida, trouxe a público seu descontentamento com uma carta da entidade que sua igreja recebeu alertando sobre a sua regularização quanto ao pagamento de direitos autorais, que deveria ser feito através da entidade.
- Soube hoje que as Igrejas Cristãs Nova Vida, da qual sou o Bispo Primaz, foram notificadas de que teriam de pagar direitos autorais pela execução de músicas de “louvor” nos seus cultos. Cada uma de nossas igrejas ficaria, assim, responsável por declarar o número de membros e a frequência aos seus cultos, para que fosse avaliado o imposto a ser pago ao Christian Copyright Licensing International (CCLI) – informou McAlister em um artigo em seu blog, no qual segue questionando o porquê de tal cobrança dentro das igrejas, visto não se tratar de organizações com fins lucrativos.
McAlister publicou também em sua página no Facebook uma cópia da carta recebida da CCLI, que informa que os valores a serem pagos pela entidade devem ser calculados pelo número de pessoas presentes regularmente no culto das igrejas.
- Igreja é um empreendimento com fins lucrativos? Não – segundo a definição do próprio Estado brasileiro. Ela goza de certos privilégios, na compreensão de que a sua atividade é religiosa, devota e piedosa e, sendo assim, sem fins lucrativos. Que muitos “lucram” em nome da Igreja ninguém duvida. Mas, em termos estritamente definidos pela legislação, não é um empreendimento que tenha como finalidade o lucro – afirma o bispo.
O assunto foi bastante discutido ao longo da tarde nas redes sociais, e foi comentado também pelo pastor Renato Vargens, que afirmou em seu site: – O simples fato de saber que existe gente querendo enriquecer às custas do louvor na casa de Deus me dá náuseas.
A maioria dos que comentaram o assunto no Twitter e Facebook se posicionaram contra a cobrança, e ressaltaram o fato de grandes nomes da música gospel estarem relacionados entre os artistas vinculados à CCLI. Muitos compararam ainda a entidade ao ECAD (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição), entidade responsável pela arrecadação e distribuição de direitos autorais decorrentes da execução pública de obras musicais no Brasil.
Em seu site a CCLI afirma não ter vínculos com o ECAD e afirma que seu trabalho tem um foco diferente do de tal entidade, e explica ser um facilitador para que as igrejas obtenham de maneira mais fácil a autorização para reproduzir qualquer música em seus cultos, eliminando a necessidade de autorizações individuais de cada artista, e ajudando as igrejas a se “livrarem da pirataria” por ajuda-las a executar as músicas de maneira legal.
A polêmica em torno do tema levantou também questionamentos sobre a qualidade da música gospel atual, e muitos afirmaram que essa cobrança seria uma oportunidade para as igrejas voltarem a utilizar hinos tradicionais, como os presentes na Harpa Cristã.
- Louvar a Deus é uma atividade que gera rentabilidade? Também não. Quando cantamos ao Senhor, estamos nos expressando a Deus em sacrifício santo e agradável a Ele (se bem que não caem nesta categoria muitas das músicas que doravante serão objeto de taxação, por decreto-lei) – questionou o bispo, que afirmou ainda: – Não há um centavo a mais caindo nas salvas porque cantamos uma música de uma dessas cantoras gospel da moda em vez de Castelo Forte. É possível fazer um culto fundamentado apenas nas músicas riquíssimas do Cantor Cristão e da Harpa Cristã.
Fonte: Gospel +

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

O Amor é Lindo

O Amor é Lindo
FELIZ...EU QUERO É MAIS!