SEJA BEM VINDO

SEJA BEM VINDO
Demais é D+

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Amoras


AMORAS
Assim como a framboesa, a amoreira faz parte do grupo de plantas do gênero Rubus, sendo cultivada na Ásia norte ocidental, Europa, América do Norte e outras regiões de clima temperado. Suas exigências climáticas são bastante semelhantes às do morangueiro. A amora é indicada para a cultivação em pequenas propriedades, principalmente em regiões mais frias, como no sul do Brasil. É recomendável fazer o plantio nos meses mais frios do ano. No entanto, a planta pode ser encontrada de forma subespontânea em várias regiões do Brasil com clima um pouco mais quente. A colheita da fruta vai de setembro a novembro. A amora é uma fruta altamente nutritiva de sabor doce e um pouco ácida. Composta por 85% de água e vários minerais e vitaminas, a fruta é indicada no controle de hemorragias e da pressão arterial, além de exercer uma função antioxidante. A amora é apreciada in natura ou usada na fabricação de geléias, sucos, doces, sorvetes, vinhos, licores, etc. Existe um grande número de espécies. A classificação de todas as espécies de amoras é difícil, uma vez que a hibridização entre espécies é freqüente.

quarta-feira, 26 de novembro de 2008


ABUSO INFANTIL
Vergonha mundial: violência contra a criançaTodos os governos do mundo precisam enfrentar o problema da violência contra a criança, que é comum e tolerada em várias partes do mundo, segundo um relatório da ONU. Um estudo que durou quatro anos milhares de crianças enfrentam abuso físico que é escondido ou aprovado pela sociedade.

terça-feira, 25 de novembro de 2008

AMEIXA



Ameixa

A ameixa é o fruto comestível da ameixeira. Pertencente à família das rosáceas, a ameixa de cor vermelha, amarela ou roxa escura é carnosa e suculenta. A ameixa possui alto valor nutritivo, é rica em açúcar, sais minerais (cálcio, fósforo e ferro) e algumas vitaminas, como as vitaminas do complexo B, que evitam problemas de pele e reumatismo. É indicada contra a prisão de ventre por seu poder laxativo. Possui mais fibras do que qualquer outra verdura, fruta ou feijões secos. A ameixa seca repõe nutrientes minerais como ferro, zinco e potássio, esse ajuda a diminuir a pressão sanguínea e melhora a saúde dos ossos. Cada 100 gramas de ameixa fresca contêm 47 calorias. A espécie da fruta seca apresenta valor calórico bem maior, por conter alto teor de açúcar. Existem muitas variedades segundo o tamanho, cor, sabor e estação do ano em que se desenvolvem. Os diferentes nomes que a ameixa possui variam de acordo com o lugar onde é cultivada. No Brasil, a ameixa é cultivada em Minas Gerais, na Bahia e no Distrito Federal. O período da safra vai de dezembro a fevereiro. Durante a maturação, a ameixa sofre mudanças de cor, aroma, sabor e textura. Os indicadores de maturação determinam o momento adequado da colheita. Um desses indicadores consiste na firmeza da polpa que diminui, tornando a fruta tenra e macia. Os dois fatores mais importantes referentes à colheita implicam em cuidado durante a mesma e a maturação adequada. Após a colheita, as frutas são selecionadas e classificadas. A ameixa é utilizada no preparo de doces, conserva e geléia.

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

ACEROLA


ACEROLA
A acerola é uma fruta nativa da América Central, América do Sul e das ilhas do Caribe, conhecida também como cereja das Antilhas. É muito conhecida por causa do seu grande teor de ácido ascórbico, ou seja, vitamina, com apenas dois frutos as necessidades diárias de vitamina C são sanadas. É importante ressaltar que quanto mais verde a fruta estiver mais vitamina C terá e ainda, dependendo da época da colheita essa pode sofrer alteração na quantidade de vitamina C. Além dessa, a acerola ainda contém vitamina A, B1, B2, B3, cálcio, fósforo e ferro. A acerola sofre variação em relação a sua cor, ao seu tamanho e ao seu formato, por possuir várias espécies. É extremamente frágil, permanece no pé por apenas dois dias após chegar à maturação. Quanto ao sabor, as acerolas podem ser doces, ácidas e super-ácidas sendo que sua utilização é maior na produção de sucos, o que não a restringe a outras finalidades. A fruta é bastante utilizada por pessoas com gripe, afecções pulmonares, doenças do fígado, doenças nasais e gengivais. Nasce de uma árvore chamada aceroleira que se desenvolve em regiões de clima tropical e subtropical. Sua proliferação pode ocorrer através do plantio da semente, por técnicas de enxerto e/ou por estaquia. A aceroleira possui porte médio de aproximadamente três metros de altura com características de arbusto. Sob irrigação constante, a árvore produz fruto o ano todo e em terrenos não regados com tanta freqüência, produz fruto até quatro vezes por ano. Nesse caso, a aceroleira floresce e frutifica principalmente no período da primavera e do verão.
SÓ PARA NÃO ESQUECER, PARABÉNS AO GUARANI FUTEBOL CLUBE PELO RETORNO Á SÉRIE B DO CAMPEONATO BRASILEIRO, SEU PRESIDENTE LEONEL MARTINS DE OLIVEIRA E TAMBÉM Á SUA TORCIDA, QUE EMPURROU O TIME DURANTE TODO O CAMPEONATO!

domingo, 23 de novembro de 2008

ABACAXI


Abacaxi
O abacaxi, pertencente à família das bromeliáceas, é oriundo da América do Sul e cultivado em qualquer região quente do mundo. Tem grande aceitação em todo o mundo, tanto natural quanto industrializado. É conhecido também como ananás, como é chamado nos países de língua espanhola. Quando maduro o abacaxi apresenta sabor muito ácido e muitas vezes adocicado. É rico em vitaminas C, B1, B6, ferro, magnésio e fibras. Devido sua aparência e existência da coroa, o abacaxi é conhecido como rei dos frutos. Na gíria brasileira, é comumente utilizado significando algo que não apresenta bom resultado, devido o seu aspecto espinhoso. Além da polpa, as cascas e o miolo do abacaxi podem ser utilizados para a produção de sucos. Previne dores de garganta e resfriados e é bom para a circulação por conter a enzima bromelina. Servindo também como tempero para amaciar carnes. O abacaxi pode ser consumido in natura, industrializado sob a forma de geléia, vinho, cristalizado, passa, licor. Ao comprá-lo é bom observar se as folhas da coroa não estão secas nem murchas, se o cheiro está bom e se não existem manchas. O melhor período de safra compreende o mês de dezembro a janeiro. O abacaxizeiro é uma planta que atinge um metro de altura, já era cultivada pelos indígenas antes mesmo do descobrimento do país. No Brasil, são cultivadas várias espécies, como o abacaxi amarelo, porém a que se destaca é a variedade Pérola, de polpa amarelo-pálida, sabor bastante doce, casca esverdeada, mesmo quando maduro e pouca acidez. Os principais países produtores de abacaxi são os Estados Unidos, o Brasil, a Malásia, Formosa, México e as Filipinas.

sábado, 22 de novembro de 2008

TEM ALGO COM VOCE?


Buscamos o amor nos bares, na internet , nas paradas de ônibus. Ele certamente está por ali, você quase pode sentir seu cheiro e calor. Questionamos o porquê de nossa existência e nada parece fazer sentido. Talvez Deus queira que nós conheçamos algumas pessoas erradas antes de encontrar a pessoa certa, para que saibamos, ao encontrá-la, agradecer por esta benção e saber valorizá-la. Quando a porta da felicidade se fecha, outra porta se abre. Não espere um sorriso para ser gentil. Não espere ser amado para amar. Não espere ficar sozinho para reconhecer o valor de quem está ao seu lado. Não espere ficar de luto para reconhecer o que hoje é importante em sua vida. E especialmente quem hoje é importante em sua vida. A maior beleza de ser bonita é ser bonitona por dentro e por fora, aí é ser linda de verdade, e você é!!!


Autor desconhecido, rsrs

sexta-feira, 21 de novembro de 2008


ABACATE


O abacate é o fruto do abacateiro, uma árvore da familia das laureáceas, que pode atingir até 20 metros de altura. Suas folhas são utilizadas no preparo de chá, bom para a digestão, para combater infecção de garganta e tosse. São conhecidas mais de 500 espécies de abacate, das seguintes origens: a guatemalteca, a antilhana e a mexicana. O período de safra é de fevereiro a agosto. O abacate pode ser consumido sob a forma de salada, sopa e conserva. A parte comestível é a polpa verde-amarelada, de consistência mole, rica em proteínas, gordura, fósforo, açúcares e vitaminas. Como sua gordura é facilmente digerida pelo organismo, pode estar presente na dieta da população que apresentam problemas digestivos. Possui forma arredondada e pesa entre 500 a 1500 gr. A coloração da casca varia do verde ao vermelho-escuro. As duas principais espécies de abacate são Strong, cor verde e a Hass, cor roxa.

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

CUPUAÇU


cupuaçu

O cupuaçu, fruto da mesma família do cacau, é originário da Amazônia brasileira, sendo muito popular no Pará e na cidade de Presidente Figueiredo (AM), onde é organizada uma festa que acontece todo mês de abril. A árvore, conhecida como cupuaçuzeiro, cupuaçueiro ou cupu atinge uma média de 10 a 15 m de altura. As folhas são longas, medindo até 60 cm de comprimento. As flores são grandes, de cor vermelho-escura, com características peculiares: são as maiores do gênero, não crescem grudadas no tronco, mas sim nos galhos. O fruto possui perfume forte e doce, apresenta forma esférica ou ovóide, mede até 25 cm de comprimento, chega a pesar mais de 1 Kg, tendo casca dura e lisa, de coloração castanho-escura. Das sementes do cupuaçu é feito o cupulate, o chocolate que substituiu o cacau pelo seu primo, o cupuaçu. As sementes têm despertado o interesse e estudos. Contêm proteínas que enriquecem outros alimentos. A gordura extraída é aplicada na indústria de cosméticos. As sementes ficam envoltas por uma polpa branca, ácida e aromática, usada para fazer suco, sorvetes, vitaminas, doces, como musse, geléia, compotas, “vinho” (refresco sem álcool) e licores. Os frutos surgem de janeiro a maio. O cupuaçu contém vitaminas, minerais e pectina, uma fibra solúvel que ajuda a manter bons níveis de colesterol.

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

CASTANHA DO PARÁ


Castanha do Pará
A Castanha do Pará é a semente da castanheira do Pará, uma árvore da família botânica Lecythidaceae, com tronco de até 4 m de diâmetro e altura de 30-45 metros. O fruto é esférico, de 11 a 14 cm de diâmetro, com peso variando entre 700 grs e 1500 grs. É uma fruta típica do norte do Brasil e um dos principais produtos de exportação da Amazônia. Possui alto valor protéico e calórico além de ser rica em selênio, substância que reduz o risco de cânceres como o de pulmão e de próstata e combate os radicais livres, agindo contra o envelhecimento, fortalece o sistema imunológico, atua no equilíbrio da tireóide. Pode ser consumida in natura, torrada, na forma de farinhas, doces e sorvetes. O óleo da castanha é usado na fabricação de produtos de beleza para o cabelo. A castanha tem uma casca fina, marrom e brilhante. A polpa é branca, farinhenta e saborosa.

AZEITE

AzeiteO azeite é uma gordura líquida, rica em gorduras moninsaturadas que ajudam a reduzir o “mau” colesterol (LDL) e a manter o nível do “bom” colesterol (HDL). Apresenta também um elevado valor nutricional e, além do sabor único que confere aos alimentos, é uma das fontes de lípidos mais saudável que se conhece. É um rico em vitamina E, a qual apresenta uma forte capacidade antioxidante, ou seja, protege as células do ataque dos radicais livres. Também está relacionado com a protecção contra doenças cardiovasculares, diabetes e de alguns tipos de cancro. O azeite virgem é um sumo de fruta 100% natural, extraído da azeitona, e faz parte dos hábitos alimentares dos povos mediterrânicos desde que essa região é habitada. Os egípcios já o usavam há seis mil anos e era um dos principais produtos comercializados pelos fenícios. Ao longo dos tempos a sua importância resultou das múltiplas utilizações que lhe foram dadas: alimentação, medicina e beleza, por exemplo. Foi ainda utilizado como combustível para a iluminação, lubrificante para ferramentas agrícolas e ainda como elemento essencial em ritos religiosos. Existem vários tipos de azeite que dependem das diferentes variedades de azeitona, do seu grau de maturação, do solo e do clima. Para obter um azeite virgem extra as azeitonas colhidas manualmente devem ser transportadas de imediato para o lagar, a fim de evitar a sua fermentação, que, consequentemente, aumentaria o grau de acidez. De seguida lavam-se, trituram-se e misturam-se com água. No final, o azeite separa-se da água por centrifugação. Deste processo resulta um azeite de primeira qualidade, garantindo a essência das vitaminas e ácidos gordos que o convertem num produto terapeuticamente benéfico. A denominação dos vários tipos de azeite difere de acordo com o teor de acidez. Assim, o azeite virgem não ultrapassa os 2°, enquanto que o azeite virgem extra possui um nível de acidez de 1°. Entre outros, destaca-se ainda o azeite virgem extra especial, com acidez até 0,7°.Muitas vezes existe a ideia que todas as gorduras (lípidos) são prejudiciais. Na verdade, estas são imprescindíveis para a nossa saúde em quantidades adequadas e se ingeridas com os restantes alimentos. Nomeadamente as gorduras insaturadas (mono e poliinsaturadas) presentes nos óleos vegetais e nos peixes, em detrimento de outras gorduras saturadas de origem animal. É recomendado que a ingestão de gorduras represente cerca de 30% da energia total ingerida, ou 35% se esta for procedente do azeite. As gorduras desempenham no nosso organismo funções estruturais, constituem as membranas das células e participam no metabolismo. Os lípidos transportam e permitem a absorção das vitaminas lipossulúveis (A, D, K) e de outros nutrientes. A importância do azeite é tal que, ao estudar os hábitos alimentares das diferentes populações, a comunidade médica internacional verificou que a alimentação rica neste alimento, nomeadamente dos países do Mediterrâneo, podia estar na base dos níveis reduzidos de colesterol e uma baixa incidência de doenças cardiovasculares, em comparação com os habitantes dos EUA e do Norte da Europa. Devido ao seu elevado teor de ácidos gordos monoinsaturados (70%), o consumo de azeite ajuda a reduzir o “mau” colesterol (LDL), mantendo o nível do “bom” colesterol (HDL). Por outro lado, a vitamina E desempenha uma função antioxidante sobre as paredes das artérias. Desta forma ajuda a prevenir o desenvolvimento de doenças cardiovasculares como arteriosclerose, trombose, enfarte cardíaco e acidentes vasculares cerebrais. Ajuda ainda a prevenir a diabetes ao favorecer o metabolismo e a melhorar a assimilação de açúcar e a tolerância à glucose. O consumo deste alimento ajuda também proteger o sistema digestivo ao prevenir o excesso de ácido no estômago. Contribui ainda para o bom funcionamento da vesícula biliar, promove a assimilação de nutrientes e ajuda a regular o trânsito intestinal. O consumo de azeite poderá também contribuir para a prevenção de alguns tipos de cancro, principalmente o cancro da mama. Devido ainda às suas propriedades antioxidantes ajuda a combater o envelhecimento precoce e a beneficiar o sistema nervoso periférico, bem como o cérebro. Este alimento favorece a mineralização óssea, ao facultar a absorção de cálcio e de vitamina D, ajudando no crescimento e na prevenção da osteoporose. Apresenta ainda uma gordura poliinsaturada, o ácido ómega-6, derivado do ácido linoleico, que é necessário à formação das células e controla os processos inflamatórios.Para se usufruir plenamente das virtudes do azeite este deve consumir-se cru, sem aquecimento prévio e, de preferência, deve ser de origem biológica. É ideal para temperar saladas e vegetais, pois facilita a absorção da vitamina A contida nos legumes e verduras. É também utilizado nas sopas, no entanto só deve ser introduzido depois de pronta, de modo a que o azeite não se altere muito com a temperatura. Pode ainda substituir outras gorduras utilizadas para elaborar todo o tipo de cozinhados. Mesmo para fritar deve usar-se azeite, pois os outros óleos vegetais alteram-se com o calor, gerando substâncias nocivas, a partir dos 170°C. Este líquido suporta temperaturas mais elevadas e não se queima se não se ultrapassarem os 180°C. Caso não se aprecie o seu sabor nos fritos pode fazer-se uma mistura de azeite (um terço ou metade) e óleo de girassol, pois o elevado teor de monoinsaturados presente no azeite evita a degradação do óleo de girassol.O azeite é ainda um óptimo hidratante e tonificante para a pele, motivo pelo qual é bastante utilizado em artigos cosméticos. É ainda um excelente óleo de massagem e é adicionado aos óleos essenciais na aromaterapia.100 g de azeite fornecem:- 900 Kcal - 100 g de gordura, das quais: 16 g gorduras saturadas; 75 g gorduras monoinsaturadas; (ácido oleico), 9 g de poliinsaturadas, (ácido linoleico ou ómega-6) - 5,1 mg de vitamina E
Referências:Jornal Expresso (www.expresso.pt), in Vidas - Saúde Natural de 09/03/2002

RECEBEMOS,


Jó, 11:16-19 - Pois te esquecerás dos teus sofrimentos e deles só terás lembrança como de águas que passaram. A tua vida será mais clara que o meio-dia; ainda que lhe haja trevas, serão como a manhã. Sentir-te-ás seguro, porque haverá esperança; olharás em derredor e dormirás tranqüilo. Deitar-te-ás, e ninguém te espantará; e muitos procurarão obter o teu favor.

sábado, 15 de novembro de 2008

ENVIARAM E GOSTEI,
Assembléia da carpintaria

Contam que na carpintaria houve uma vez uma estranha assembléia. Foi uma reunião de ferramentas para acertar suas diferenças. Um martelo exerceu a presidência, mas os participantes lhe notificaram que teria que renunciar.
A causa? Fazia demasiado barulho; e além do mais, passava todo o tempo golpeando. O martelo aceitou sua culpa, mas pediu que também fosse expulso o parafuso, dizendo que ele dava muitas voltas para conseguir algo. Diante do ataque, o parafuso concordou, mas por sua vez, pediu a expulsão da lixa. Dizia que ela era muito áspera no tratamento com os demais, entrando sempre em atritos. A lixa acatou, com a condição de que se expulsasse o metro que sempre media os outros segundo a sua medida, como se fora o único perfeito. Nesse momento entrou o carpinteiro, juntou o material e iniciou o seu trabalho. Utilizou o martelo, a lixa, o metro e o parafuso. Finalmente, a rústica madeira se converteu num fino móvel. Quando a carpintaria ficou novamente só, a assembléia reativou a discussão. Foi então que o serrote tomou a palavra e disse: "Senhores, ficou demonstrado que temos defeitos, mas o carpinteiro trabalha com nossas qualidades, com nossos pontos valiosos. Assim, não pensemos em nossos pontos fracos, e concentremo-nos em nossos pontos fortes." A assembléia entendeu que o martelo era forte, o parafuso unia e dava força, a lixa era especial para limar e afinar asperezas, e o metro era preciso e exato. Sentiram-se então como uma equipe capaz de produzir móveis de qualidade. Sentiram alegria pela oportunidade de trabalhar juntos. Ocorre o mesmo com os seres humanos. Basta observar e comprovar. Quando uma pessoa busca defeitos em outra, a situação torna-se tensa e negativa; ao contrário, quando se busca com sinceridade os pontos fortes dos outros, florescem as melhores conquistas humanas. É fácil encontrar defeitos, qualquer um pode fazê-lo. Mas encontrar qualidades... isto é para os sábios!!!!

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

É muito bom


Assisti ao vídeo da Igreja Pentecostal Cristo é a Vida de Campinas, e gostei muito

A Pastora que pregou, disse coisas importantes para a vida das pessoas, independente de credo, raça ou posição social. Pregou a igualdade do povo.
Convidamos a Igreja á participar da programação da emissora, e á partir da próxima semana estará na grade de programação.

Informamos que o programa Titulares do Esporte, com Donizete Diniz e sua equipe estará em novo horário: de segunda á sexta feira das 18h00 até 19h00min. Fique informado de tudo o que acontece no mundo esportivo.

MMS://TV.APLICANET.COM.BR/REDEMAISTV

O Amor é Lindo

O Amor é Lindo
FELIZ...EU QUERO É MAIS!